Início Internacional Benfica já sabe quanto terá que pagar para o regresso de Jorge...

Benfica já sabe quanto terá que pagar para o regresso de Jorge Jesus

141
0

 

Parece que é o fim da linha para Bruno Lage à frente do Benfica e a comunicação social brasileira já avança com valores para Jorge Jesus regressar aos encarnados, treinador que renovou recentemente o seu contrato com o campeão brasileiro e sulamericano, Flamengo.

Segundo a Fox Sports Brasil, a cláusula de rescisão do treinador português está nos 500 mil euros, valor considerado acessível pelo Benfica, pelo que este valor não será um entrave ao regresso muito desejado por administração e adeptos benfiquistas.

A série de Bruno Lage à frente dos encarnados é negra. Desde o dia 8 de Fevereiro que os encarnados apenas conseguires duas vitórias, cinco empates e quatro derrotas: FC Porto 3 – 2 Benfica, Famalicão 1 – 1 Benfica, Benfica 0 – 1 Braga, Shakhtar Donetsk 2 – 1 Benfica, Gil Vicente 0 – 1 Benfica, Benfica 3 – 3 Shakhtar Donetsk, Benfica 1 – 1 Moreirense, Vitória FC 1 – 1 Benfica, Benfica 0 – 0 Tondela, Portimonense 2 – 2 Benfica, Rio Ave 1 – 2 Benfica, Benfica 3 – 4 Santa Clara.

Já a semana passada, o jornal brasileiro Goal.com.br escreveu que Marco Silva é o preferido dos responsáveis encarnados para substituir Bruno Lage. Recorde-se que o ex-treinador do Sporting e do Estoril Praia está livre e pode assinar por qualquer clube. Marco Silva não teve muito sucesso na sua passagem pela Premier League – Hull City, Watford e Everton, mas é um treinador com grande cotação naquele país. É agenciado pela empresa ProEleven e já disse que quer continuar em Inglaterra.

Outro treinador livre e muito apreciado na Luz é Leonardo Jardim. O treinador madeirense está sem clube depois de seis anos à frente do Mónaco e conseguiu quebrar a “hegemonia” do PSG na época de 2016/17. Em Portugal treinou o Sporting, SC Braga, Beira-Mar, Chaves e Camacha. Esteve uma temporada, e foi campeão grego, no Olympiacos.

O último nome avançado foi o de Vítor Pereira, ex-treinador do FC Porto, e que está atualmente nos chineses do Shanghai SIPG. Este será um desejo mais difícil de concretizar devido ao elevado valor da rescisão e do salário que recebe no país do oriente. É um treinador de má memória para os benfiquistas porque foi bicampeão pelos dragões, na era de Jorge Jesus. Também já foi campeão na China e na Grécia, pelo Olympiacos.